quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Bioenergy começará as obras de parques eólicos em março no MA


Empresa iniciará nos município de Tutoia e Paulino Neves, no litoral maranhense

A Bioenergy iniciará em 1º de março deste ano as obras dos primeiros 13 parques eólicos para geração de energia de um total de 50 que serão instalados nos municípios de Tutoia e Paulino Neves, com investimento total de R$ 6 bilhões. O anúncio foi feito ontem pelo presidente da empresa, Sérgio Marques, à governadora Roseana Sarney, durante encontro no Palácio dos Leões.
Ao detalhar o cronograma de investimentos da Bioenergy no Maranhão, Sérgio Marques informou ainda à governadora que em março também serão iniciadas as obras de construção de uma linha de transmissão de 230 KV, com 240 quilômetros de extensão, de Paulino Neves à subestação Miranda II, da Eletronorte. Segundo Marques, que estava acompanhado do diretor da Bioenergy, Oscar Gundes, o investimento nesta primeira fase do projeto - inclui os 13 parques eólicos e a linha de transmissão de 230 KV -corresponde a R$ 1,2 bilhão.
O presidente da Bioenergy informou que o projeto da empresa é instalar 50 parques eólicos no estado, que terão capacidade para gerar 1.500 MW de energia gerada a partir dos ventos que sopram nos municípios de Paulino Neves e Tutoia. Cada parque reúne 10 aerogeradores (turbinas).
Dos 50 parques eólicos, 27 já estão aptos à contratação, ou seja, já dispõem de licenciamento ambiental, certificação de ventos de mais de dois anos e outros procedimentos. "Inicialmente, serão cinco parques em Tutoia e 22 em Paulino Neves", adiantou Sérgio Marques.
Ele informou que dos 13 parques que iniciam as obras em março próximo, a conclusão está prevista para abril de 2015, mas que já em março de 2014 os primeiros aerogeradores estarão gerando energia.
A Bioenergy está negociando a aquisição dos aerogeradores com dois fabricantes, sendo um já instalado no Brasil e o outro chinês. Sérgio Marques disse que devido ao volume de aerogeradores que serão adquiridos, há interesse da empresa chinesa em instalar uma fábrica no Maranhão.
A governadora Roseana Sarney ficou entusiasmada com o projeto da Bioenergye com o detalhamento do cronograma de obras. "A parceria com a Bioenergy dará ao estado a possibilidade de gerar uma das energias mais limpas do mundo, além de promover geração emprego e renda aos maranhenses", ressaltou a governadora.
Presentes - Participaram do encontro do presidente da Bioenergy com a governadora os secretários de Estado Ricardo Guterres (Minas e Energia), Maurício Macedo (Desenvolvimento, Indústria e Comércio), Victor Mendes (Meio Ambiente) e Fernando Fialho (Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar).
O secretário Ricardo Guterres disse que a governadora recebeu com satisfação a informação por parte da Bioenergy as obras de instalação do parque eólico terão início em março deste ano. "Trata-se de um grande empreendimento, que gerará energia limpa para o país", destacou Guterres.
Para o secretário Maurício Macedo, o projeto da Bioenergy, além de ser importante para a matriz energética brasileira, contribuirá para a geração de emprego e renda na região de Tutoia e Paulino Neves. "É um projeto que vai gerar desenvolvimento para a região", afirmou.

Nenhum comentário: